“Stranger Things”: A Série da Netflix que Te Leva de Volta aos “Anos 80”

Sharing is caring!

Comecei a acompanhar pela Netflix essa nova série e que conseguiu prender a atenção. A série se passa nos anos 80, precisamente no ano de 1983.

Série da Netflix "Stranger Things"
Série da Netflix “Stranger Things”

O ambiente da série permite que nós possamos respirar o ar daquele período tão fascinante e saudoso para muitos, o famoso “Anos 80”. A temática envolvente desde a vinheta, as músicas, as roupas – tudo! – te faz ver a série como se fosse um tv show produzido na década de 80 com uma câmera dos tempos de hoje.

Muito de vocês já devem ter assistido ao filme E.T. – O Extraterrestre, 1982, de Steven Spielberg (sou fã de quase todos os filmes dele). Pois bem, “Stranger Things” traz essa “atmosfera” do cinema dessa época com pitadas de Steven Spielberg e Stephen King.

A Série “Stranger Things”

Dos irmãos Matt e Ross Duffer, a série tem em grande parte, como protagonistas, os pequenos amigos Dustin (Gaten Matarazzo), Mike Wheeler (Finn Wolfhard), Lucas (Caleb McLaughlin) e Will Byers (Noah Schnapp), que jogam RPG e estudam juntos. Andam de bicicleta, vão na floresta com lanternas, constroem cabana para passar tempo, sempre com muitas idéias e brincadeiras (traz a lembrança dos “Goonies”, também de Steven Spielberg).

Lucas (Caleb McLaughlin), Mike Wheeler (Finn Wolfhard) e Dustin (Gaten Matarazzo)
Lucas (Caleb McLaughlin), Mike Wheeler (Finn Wolfhard) e Dustin (Gaten Matarazzo)

O mistério da trama começa quando repentinamente o garoto Will some ao voltar pra casa de bicicleta e o contato com um “mundo pararelo” começa sutilmente a envolver todos os personagens da série. Esse “mundo paralelo” ao início é algo muito disforme e de difícil compreensão ao telespectador.

Winona Ryder é Joyce Byers, a mãe do garoto Will. Atormentada, mãe solteira, ela começa a ter certeza que seu filho está vivo por várias evidências sobrenaturais que começam a ocorrer em sua casa. E esses acontecimentos se alastram atingindo não somente o irmão mais velho e recluso de Will, Jonathan Byers, como também os garotos, a irmã de Mike Wheeler, a Nancy Wheeler (Natalia Dyer) e o delegado da cidade, Jim Hopper.

David Harbour interpreta o delegado Jim Hopper que por problemas familiares, foi viciado em drogas e hoje atua na cidade fictícia Hawkins, Indiana. É um homem muito esperto e convicto e cria um pequeno laço com a mãe de Will Byers em busca da verdade sobre o legado de Will.

Os Acontecimentos em “Stranger Things”

A série toda tem vários acontecimentos paralelos, além do desaparecimento de Will e da estranha menina encontrada na floresta, que deixam a trama muito mais interessante. Depois que Will desapareceu e despertou o sentido materno de Joyce Byers ao extremo, eis que surge a protagonista por si, que deixam todos (os garotos) perplexos por apresentar seus “super poderes” e também por ser tão nova. Ela consegue afetar o ambiente e as pessoas com poderes telecinéticos até então misteriosos.

Millie Bobby Brown como "Onze" em "Stranger Things"
Millie Bobby Brown como “Onze” em “Stranger Things”. Fonte: Internet

Logo após que os garotos a encontram, Mike Wheeler bola um jeito de deixa-la em sua casa sem sua mãe saber (fantástico!). Aí começa haver um laço entre a famosa “Onze”, a garotinha “poderosa”, interpretada por Millie Bobby Brown, com Mike e que afeta a conduta dos seus amigos. Dustin e Lucas são os amigos espertos que ajudam a dar rumos em algumas temáticas complicadas da série. Aliás, eles todos juntos são demais!

Enquanto os garotos, Joyce, o irmão de Will e o delegado (que começa um investigação) estão desesperados para saber o verdadeiro paradeiro por de trás do sumiço de Will Byers, Nancy Wheeler leva a série para os namoricos de colégio adentrando posteriormente na busca sagas por Will e sua amiga Barbara (Shannon Purser), sua melhor amiga de infância, que sumiu em uma festa com piscina na casa do namoradinho descolado de Nancy. É aí que entra o irmão mais velho de Will, Jonathan Byers.

Voltando à mãe de Will, Winona Ryder, ela começa a ter “certeza” que seu filho está vivo quando as luzes de sua casa começam a piscar de forma “inteligente” e percebe que há algo querendo se comunicar.

Winona Ryder como Joyce Byers, em "Stranger Things", "falando" com as lâmpadas
Winona Ryder como Joyce Byers, em “Stranger Things”, “falando” com as lâmpadas

Monstros e o Centro Misterioso de Pesquisas

E a série não se concentra ao que foi dito até aqui. Com uma garotinha com poderes paranormais é lógico que tem que haver a pitada de horror com monstros e um bando de cientistas misteriosos que descobriram algo que não sabem lidar. Parece que eles são a parte “do mal” da trama. e buscam a guarda da menina “Onze” a todo o custo. E os garotos não vão deixar isso barato.

"Stranger Things" e sua semelhança em cena que lembra o filme "Poltergeist"
“Stranger Things” e sua semelhança em cena que lembra o filme “Poltergeist”

Episódios

Quando você começa a assistir uma série que considera boa, existe um certo receio com o rumo dos episódios, pois a TV hoje está saturada e as tramas podem pecar em seus desfechos.

“Stranger Things” em sua primeira temporada apresenta 8 episódios, com um destino incerto, dando a impressão de uma nova temática para uma segunda temporada. Os episódios começam mornos mas tomam a proporção certa para uma trama de suspense e horror.

Confira o trailer e bem vindo aos “Anos 80”.

 

 

 

Sharing is caring!

1 Comment

  1. Essa é uma das séries mais legais que assisti nos últimos tempos. Essa atmosfera anos 80, esse grupo de amigos “nerds”, esse lance de mistério e terror parecem uma mistura de Goonies com Stephen King. Isso sem contar as milhares de referencias que são feitas a filmes clássicos, como E.T., Tubarão e etc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares